Arquivo da tag: impeachment

Frases sobre Eduardo Cunha, Dilma e Temer 

Sobre Eduardo Cunha

Continuar lendo

Anúncios

Falar a verdade é um ato revolucionário

Foro de São Paulo, um esquema criminoso de poder que é escondido pelos professores marxistas e pela mídia mainstream, mas que passou a ser de conhevimento público graças a poucos rebeldes que não se esquivar amanhã de falar a verdade. 

Quando ouço pessoas dizendo que “Dilma é honesta” e “Impeachment é golpe”, ao mesmo tempo em que falam que “Cunha é o maior ladrão da história do Brasil” e “O Congresso não tem moral para julgar Dilma, mas tem para julgar Cunha”, eu percebo, com tristeza, o sucesso do marxismo cultural no Brasil, que consegue colocar na cabeça dos menos esclarecidos qualquer  narrativa que desejam.

Por mais falsa e mentirosa que seja.

Cassar presidentes e parlamentares corruptos é muito fácil, difícil é
demitir professores marxistas das escolas e universidades, excomungar padres e pastores das igrejas, não dar audiência  a artistas que defendem um partido corrupto em troca de dinheiro da Lei Rouanet e não ouvir jornalistas que se vendem a alguma agenda política.

Continuar lendo

A jogada de mestre de Bolsonaro na votação do impeachment

gil jan jean
Estou me rachando de rir do mimimi dos petistas/psolistas/esquerdistas/isentões que estão choramingando porque Bolsonaro citou o Cel. Ustra no discurso dele! HUAHUAHAUHUAHUA!
Senta que lá vem aula de história!
O Glauber Braga, do PSOL (partido de pirocas), citou Carlos Marighella e outros citaram Che Guevara, Fidel Castro e Karl Marx. O primeiro sozinho é responsável por cerca de 120 assassinatos de cidadãos que defendiam a liberdade, quase um terço dos golpistas mortos pelos militares.
Ou seja, em citação de terroristas, candidatos que votaram SIM e NÃO estão empatados. Foram citados os torturadores dos dois lados.

Continuar lendo

fala bolsonaro eduardo cunha

Eduardo Cunha é um ladrão, mas para uma coisa precisamos dar o braço a torcer. E esperar a hora dele ser preso.

Cunha é um dos maiores corruptos do Brasil, mas foi peça-chave para a aprovação do impeachment na Câmara dos Deputados. O trabalho dele pela retirada da Dilma é meritório para a solução para a crise econômica e política, porque se o presidente fosse Arlindo Chinaglia (PT), o roubo aos cofres públicos se perpetuaria.
Quando Eduardo Cunha não for mais necessário, vai ser preso como qualquer corrupto. No impeachment de Collor, o presidente da Câmara era Ibsen Pinheiro, também envolvido em esquemas de corrupção. Foi cassado meses depois, assim como dezenas de deputados que votaram a favor da saída de Collor, muitos do PT.
Amigos petistas/esquerdistas/isentões, fiquem tranquilos. A hora de Eduardo Cunha está chegando. O povo vai para as ruas e será preso. Só não vale usar a corrupção do Cunha para tentar livrar Dilma e Lula. De resto, é um inimigo em comum a todos os brasileiros.