Arquivo da tag: combate à corrupção

A absolvição da chapa Dilma-Temer e o poder da elite política esquerdista

O resultado lamentável da absolvição da chapa Dilma-Temer no TSE mostra o quão perverso é o estamento burocrático brasileiro, composto por PT, PSOL, PCdoB, PSDB, PMDB, PP e curriola. 

Fingem oposição uns aos outros, como PT contra PSDB ou “Fora Temer”, para enganar os analfabetos políticos e esconder o medo real deles: perder o poder para alguém de fora desse esquema de poder e corrupção dessa aristocracia política liderada por Lula, FHC e Renan Calheiros. 

Isso explica a absolvição de Dilma e Temer. Quando a ameaça de um outsider do establishment tucano-petista-peemedebista cresce, todos se unem para se manter no poder, inclusive os juízes de indicação política. 

O sonho da aristocracia política brasileira é o poder absoluto e eterno. Para isso corrompem a todos: empresários, juízes, traficantes e militantes de partidos políticos. A chapa 13 comprou a absolvição do TSE e o apoio de parte da sociedade, que defende o golpe chamado “Diretas já”. 

Revoltado com a absolvição? Quando se trata do estamento burocrático, money talks.

Anúncios
encargos trabalhistas impostos PT PSDB

A verdadeira luta de classes

Créditos da imagem: site Resistência anti-socialismo, nazismo, comunismo e outras doutrinas vermelhas em resistenciaantisocialismo.wordpress.com

Todos os defensores do livre mercado estudaram as teorias econômicas de Adam Smith e reconhecem sua importância histórica. Por outro lado, nenhum liberal ou conservador seria ingênuo de pretender aplicá-la nos dias de hoje pela simples ausência de inovações acrescentadas por estudiosos mais atuais.

Curiosamente, os socialistas desejam aplicar a teoria de Karl Marx à risca, da mesma forma como foi concebida no século XIX, ignorando todas as falhas teóricas há muito comprovadas e os sucessivos fracassos de sua aplicação no mundo real, a exemplo da União Soviética, Alemanha nacional-socialista, Cuba e Venezuela.

De todos os pontos da teoria marxista, a esquerda se apega de forma ferrenha à velha luta de classes. A despeito de todas as mudanças e evoluções do sistema capitalista, os vermelhos se apegam a incitar empregados contra patrões, alegando exploração do pobre pelo rico.

Tal “exploração” ocorre de fato, mas é contada de forma completamente distorcida e equivocada pelos marxistas , ainda presos a uma teoria do século retrasado. Nas linhas abaixo, está a explicação da luta de classes do século XXI:

Continuar lendo