Arquivo da categoria: história

Após a condenação de Lula, só resta à esquerda distorcer a história

Ontem o juiz Sergio Moro calou a boca dos céticos, a turma do “A Lava Jato não vai dar em nada”.

Sergio Moro humilhou aqueles que advogavam pela impunidade de Lula nos crimes do maior esquema de corrupção da história da humanidade. São os mesmos que pegaram em armas para acabar com a democracia e implantar a ditadura do proletariado nos anos 60 e 70.

Perderam em 1964. Perderam de novo em 2017. Só lhes resta distorcer os fatos históricos em favor de seu plano de poder. 

Daqui a trinta anos, Sergio Moro será vilipendiado pela esquerda do mesmo modo que Carlos Alberto Brilhante Ustra é atualmente. Ambos derrotaram os mesmos bandidos.

Anúncios

Rothbard refuta o argumento “bandido é vítima da sociedade”

Aprenda a refutar de uma vez por todas a falácia esquerdista que diz que “bandido é vítima da sociedade” e que “a sociedade é a verdadeira responsável pelos crimes de bandidos que não tiveram outra escolha”.

Neste trecho do Manifesto Libertário, Murray N. Rothbard explica com maestria o significado por trás desta vigarice propagada pelos socialistas e progressistas. Sempre que ele aparecer em qualquer discussão, aprenda a derrubá-lo de uma vez por todas.

Continuar lendo

Quebrando tabus da esquerda: “ditadura” militar, por Marco Villa

Vídeo esclarecedor sobre o período dos militares, contado por Marco Antonio Villa, um dos historiadores mais conceituados do Brasil. Ele desmascara todas as mentiras e manipulações perpetradas pelos políticos de esquerda e pela mídia. Assista:

O fato sobre a democracia que a esquerda reluta em aceitar 

​Em 1978, o General Ernesto Geisel afirmou: “Se é a vontade do povo, eu promoverei a abertura política do Brasil. Mas chegará um tempo no qual o povo sentirá saudades do período militar, pois muitos desses que lideram o fim do regime não visam o bem do povo, mas seus próprios interesses. “

Geisel disse isso em uma época em que os terroristas do VAR-PALMARES e ALN já haviam sido derrotados, e o comunismo estava em derrocada na URSS. Cumprindo sua missão de preservar o Brasil do socialismo, procederam à redemocratização sem resistência. 

Mas os militares sabiam quem eram os petistas, tucanos e demais esquerdistas que tomariam o poder, mas democratas que eram, respeitaram a vontade do povo. 

Hoje a profecia de Geisel se cumpriu e o povo brasileiro sente falta das coisas boas daquela época, como a saúde e educação de qualidade e, principalmente, o respeito à lei e a segurança pública que a esquerda nos roubou.

E hoje Sergio Moro está prendendo os mesmos bandidos que os militares prenderam naquele tempo. A profecia de Geisel se cumpriu.

Dilma Rousseff, Lula, FHC, José Serra, José Dirceu, José Genoino, Carlos Marighella, Carlos Lamarca, Vladimir Herzog etc caterva jamais lutaram por democracia. Lutaram pelo comunismo. Jamais pensaram no bem do povo, mas apenas no próprio bolso. Jamais colocaram o Brasil em primeiro lugar, mas sim seu projeto de poder e a revolução marxista. 

Hoje a máscara caiu e todos sabem quem são eles e quais as suas intenções. Os militares os colocaram na cadeia e depois os anistiaram. Agora os mesmos bandidos estão presos novamente, provando que o problema não era o regime, mas seu caráter. 

Se os terroristas comunistas de Lula e Dilma tivessem ganho, seríamos um Cubão. Agradeça a liberdade e democracia que temos hoje aos militares. Aceita que dói menos.

Decifrando o léxico esquerdista: Fascista

mais-amor

Todos aqueles que têm algum interesse em política sabe da incrível capacidade da militância de esquerda em distorcer significados de palavras para tentar fazer suas narrativas parecerem verossímeis através de artifícios dialéticos (veja um breve resumo deles aqui), usados em larga escala.

Algumas palavras-chave do jargão vermelho são: machista, homofóbico, nazista, burguesia, proletariado, revolução, reacionário, etc.

O termo deste post é FASCISTA e FASCISMO.

Continuar lendo