Tempo: aliado ou inimigo?

gestão do tempo é fundamental

Não considero o tempo como aliado nem como inimigo, mas como um recurso finito que deve ser utilizado com sabedoria e eficiência, a exemplo do dinheiro.

Os verdadeiros aliados ou inimigos somos nós mesmos, os aplicadores do tempo. Não podemos julgar entidades inanimadas pelos males pessoais ou coletivos, pois a verdadeira causa é a ação (ou omissão) humana.

Os inimigos reais são:

– Falta de planejamento: não fazer uma lista de tarefas para o dia, a semana e o mês, assim como atividades aleatórias e que tiram o foco das realmente importantes.

– Não estabelecer prioridades: quando escolhemos o que é mais importante para nós, fica mais fácil fazer o planejamento e excluir aquilo que não gera valor no momento.

– Falta de foco: com tarefas importantes a fazer, desperdiçar tempo com distrações ou outras atividades que não contribuem para o atingimento das metas pessoais.

– Utilização do tempo em atividades que não agregam valor, como filas de banco para pagar contas, em lojas para fazer compras ou resolvendo atividades de outras pessoas. Hoje é possível automatizar pagamentos e recebimentos, assim como fazer compras pela internet.

– Falta de conhecimento sobre técnicas de gerenciamento do tempo: a maioria de nós aproveita mal o tempo pelo desconhecimento de técnicas para otimizar sua aplicação, como este curso que estamos fazendo.

– Distrações e entretenimentos: perdemos de 3 a 5 horas por dia com TV, filmes, seriados, rádio e internet. Não há mal algum se cumprimos nossas metas e objetivos, mas pode-se achar tempo para tudo o que precisarmos facilmente se abrirmos mão desse tipo de lazer, quando necessário.

– Tempo no trânsito: especialmente aqui na Capital, gasta-se muito tempo indo e vindo dos lugares. A utilização da tecnologia para evitar deslocamentos nos fará ganhar tempo precioso para fazer o que é mais importante. Caso o transporte seja imperativo, pode-se aproveitar o tempo absorvendo conteúdo e informações edificantes, como audiolivros, podcasts, notícias e até cursos. Assim, aproveita-se o tempo para adquirir cultura e ficar informado.

Reiterando os primeiros parágrafos, não podemos rotular uma entidade incorpórea como o tempo como aliado ou inimigo, pois ele é o reflexo de como nós mesmos o empregamos, nos parâmetros dos itens descritos acima. Para fazer uma análise coerente e honesta, precisamos tomar posse de nossa responsabilidade pessoal antes de tudo.

Quando julgamos o tempo como bom ou mau, na verdade julgamos a nós mesmos pelo modo como o empregamos.

Leia artigos de outros autores: Artigos sobre Gestão do Tempo

Anúncios

Uma ideia sobre “Tempo: aliado ou inimigo?

  1. Pingback: Artigos sobre Gestão do Tempo | Visão Distinta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s