Sempre que alguém chamar Bolsonaro de fascista ou nazista, responda com esses argumentos

carta

Há cem anos, Stalin e Hitler já ensinava a seus seguidores duas táticas de fazer as massas aceitarem mentiras como verdades: 1 – Uma mentira dita mil vezes passa a ser aceita como verdade. 2 – Acuse seus inimigos de fazer o que você faz, e os xingue daquilo que você é. Ambas são a base de toda a militância petista, psolista e de toda a esquerda brasileira até os dias de hoje.

Vivem de denegrir a imagem de seus opositores, e Jair Bolsonaro é seu alvo número 1, por representar a maior ameaça a seu projeto totalitário bolivariano, materializado no Foro de São Paulo. O argumento mais comum é acusá-lo de ser nazista e fazer comparações com Adolf Hitler e Benito Mussolini, as quais são facilmente refutadas após uma análise minuciosa.

Ao comparar as mesmas características com Lula, Dilma, Luciana Genro e até mesmo FHC e Aécio Neves, fica claro como nazismo e fascismo são de esquerda, irmãos gêmeos do comunismo. E como é esdrúxulo acusar de fascista ou nazista um liberal (na economia) e conservador (nos costumes sociais, que respeita a liberdade de escolha individual). A comparação cai por terra ao menor estudo lógico.

Bolsonaro lidera pesquisa de intenção de votos para a presidência em 2018, segundo o Instituto Datafolha (pesquisa em janeiro de 2017). CONFIRA.

O objetivo deste post é destrinchar as acusações da esquerda e mostrar a legítima ideologia de direita de Bolsonaro, empenhado em implantar um fascismo ao molde americano e canadense. Vamos começar pela carta:

1 – Se invadirem, não sairão: Obviamente, a esquerda tenta distorcer os fatos e dizer que Bolsonaro os intimidou e fez apologia à violência. A manifestação foi feita na entrada no condomínio onde ele mora e não houve tentativa de invasão. Os manifestantes falaram à vontade e realmente não tentaram entrar, e a polícia não foi chamada. Tudo de acordo com os princípios democráticos.

Porém, o condomínio é propriedade privada e não permite entrada sem autorização. Portanto, em caso de tentativa de invasão, a segurança e os moradores têm o direito de se proteger e acionar as autoridades. Assim, se tentassem entrar criminosamente em propriedade alheia, não sairão impunes e estarão sujeitos às consequências legais, como qualquer cidadão sob a Constituição e o estado democrático de direito.

No fascismo, nazismo e comunismo, revolucionários respaldados pelo governo podem invadir, saquear, roubar bens alheio e cometer todo tipo de crime sem punição alguma. O próprio Estado pode se apropriar de quaisquer bens sem justa indenização. Nestes regimes amados pela esquerda, não há garantias legais absolutas sobre a vida, privacidade e propriedade privada.

Bolsonaro defende o direito à defesa de sua vida e propriedade. Este é um dos pilares da democracia e capitalismo. Mesmo assim, a esquerda o chama de fascista.

Descubra mais argumentos lógicos no posts 13 semelhanças da esquerda brasileira com o nazismo e Decifrando o léxico esquerdista: Fascista.

2 – Minha propriedade privada é sagrada – Mais um pilar da democracia e do capitalismo. Ficar com  o produto de seu trabalho e ter a garantia de que não será roubado pode ser considerado a essência do pensamento liberal e conservador. Nada mais de direita que isso.

Seus opositores marxistas defendem justamente o contrário, dizendo que o Estado deve ser o dono de tudo, inclusive das pessoas. Todos os bens devem ser expropriados dos indivíduos e dados aos “trabalhadores”, para que não haja exploração do homem pelo homem. Todas as ditaduras comunistas fizeram isso, e fracassaram. Interessante notar que no nazismo e fascismo também houve o confisco de propriedades dos judeus e outras elites pelos governantes, e defender a propriedade privada era crime punido com pena de morte.

Assim como os americanos, Bolsonaro defende a propriedade privada e a liberdade de empreender. A esquerda segue a cartilha de Hitler, de expropriação de bens da elite judaica pelo Estado e controle da economia pelo governo. E Bolsonaro que é chamado de nazista!  O nazismo vigente nos EUA. Acuse seus inimigos daquilo que você é, diz o petista/psolista.

3 – Minha esposa e minhas filhas de 13 e 5 anos nunca serão reféns de vocês – Essa frase tem um significado oculto muito forte, também citado no seu discurso: “pela inocência das crianças em sala de aula que o PT nunca teve”. Ele afirmou categoricamente que não vai deixar sua família ser ludibriada pela ideologia esquerdista imposta em sala de aula. Afirma sua posição de liberdade individual de crer no que acreditar, sem imposições governamentais.

Nas democracias mais avançadas, a censura não tem lugar. Nesses países, não se admite que o Estado se meta na vida particular dos indivíduos, impondo sua agenda. Curiosamente, o comunismo e o nazismo sempre doutrinaram as crianças desde o berço sobre seus princípio, reprimindo com pena de morte qualquer discordância e escondendo de seu povo qualquer informação sobre o capitalismo. Isso era  conhecido como cortina de ferro.

Bolsonaro defende a liberdade de escolha individual, e é chamado de nazista. A esquerda e o PT idolatram ditaduras que escondem a verdade de seu povo e matam os que divergem da ideologia estatal. Quem é o verdadeiro nazista?

4 – Por isso o PT desarmou o povo brasileiro – Os países mais livres do mundo, como a Suíça e EUA, respeitam o direito de cada cidadão de portar uma arma, se assim desejar, após a aprovação em curso preparatório. O direito ao porte de armas de fogo é uma luta da direita brasileira. A revogação do estatuto do desarmamento, aprovado em 2005 com 59 milhões de votos, foi desrespeitado pelo PT de forma antidemocrática, contrariando as urnas. A esquerda justifica o voto popula apenas quando lhe convém.

Ditaduras totalitárias como Cuba e União Soviética proibiam o porte de armas pela população, sendo restrito às polícias e Forças Armadas. Todos os regimes totalitários  de esquerda pregam o desarmamento para os cidadãos, ao contrário das democracias capitalistas. Hitler pregava o desarmamento e a punição para quem o desobedecesse era a execução sumária.

Bolsonaro prega a liberação do porte de armas. O PT e a esquerda pregam o desarmamento civil. Hitler impôs o desarmamento civil. E Bolsonaro que é nazista. Nazista como os suíços. Mais uma evidência de que os petistas não compreendem o pensamento de um liberal e/ou conservador.

Curto e grosso. Para quem estudou história do jeito certo, é óbvio que o nazismo e o fascismo são de esquerda, assim como o comunismo que o PT e a esquerda brasileira tanto ama. E chamar um liberal ou conservador (direita legítima) de fascista ou nazista (esquerda que a esquerda diz que é direita porque não estudou) se mostra um argumento fraquíssimo e facílimo de derrubar, conforme demonstrado. Esta análise continua em outros posts.

Anúncios

6 ideias sobre “Sempre que alguém chamar Bolsonaro de fascista ou nazista, responda com esses argumentos

  1. Pingback: 13 semelhanças da esquerda brasileira com o nazismo | Visão Distinta

  2. Pingback: Decifrando o léxico esquerdista: Fascista | Visão Distinta

  3. Bianor Ruiz

    Nao sou esquerdista, tenho 60 anos e ha 52 anos tento conviver com os reacionarios de direita e esquerda, conheco pessoalmente o cap bolsonaro, nao acho que ele seja nazista(antisemitista, anticomunista, nacionalista extremo, militarista), isso eh a base daquele regime que foi banido talvez para sempre da terra, nos preocupamos com os comunistas, enquanto isso os chineses estao no cotidiano de nossas vidas, nao sei bem qual o regime atual deles, se eh uma fusao do capitalismo com a ditadura do partido unico, porque aqui vejo um confronto de ideais, e todos vivem sob a egide do capitalismo, a economia de mercado, temos riqueza, o que falta eh um bom gestor, que combata a corrupcao e possa distribuir aos brasileiros a riqueza que eh de todos, atraves da educacao, seguranca, temos que nos acostumar com essa democracia e dentro do possivel tentar molda la, aperfeicoa la, pois os ultraesquerdista ou direitista, nao tem mais espaco.

    Curtir

    Resposta
  4. Pingback: Pesquisa Datafolha comprova: Jair Bolsonaro lidera intenções de voto para presidência em 2018 | Visão Distinta

  5. Pingback: Por que chamar Bolsonaro de fascista ou nazista é absurdo | Visão Distinta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s