POR QUE NÃO DEVEMOS CONFIAR NA GRANDE MÍDIA

Nós, brasileiros, estamos acostumados a obter notícias e informações no rádio, televisão, jornais e revistas há décadas, no formato no qual conhecemos. Os principais veículos são a Rede Globo, Record, SBT e Band, sem contar as centenas de rádios. As revistas Veja, Época e Isto é e os jornais Folha de S. Paulo, Estadão, O Globo, Zero Hora, dentre outros formam a mídia impressa. Com o advento da internet, os portais ganharam espaço, como UOL, G1, MSN, Yahoo!, Terra, dentre tantos. Mas todos os veículos citados acima padecem de um grande mal, o qual compromete sua credibilidade:

A RELAÇÃO PROMÍSCUA COM OS GOVERNOS POR MEIO DAS VERBAS DE PROPAGANDA

Para o leitor/espectador/internauta, isso é muito perigoso, pois os políticos controlam o conteúdo veiculado na grande mídia via repasse de verbas publicitárias. Ou seja, as empresas só publicam aquilo que os seus patrocinadores desejam, faltando com a verdade e imparcialidade perante o povo brasileiro. Por esta forte razão, não podemos acreditar na grande mídia.

A Rede Globo de televisão recebeu R$ 8 BILHÕES de verba publicitária do Governo Federal, assim como o SBT, a Record e a Bandeirantes faturaram R$ 2 BILHÕES cada. Para manter seus ganhos, devem cumprir a agenda do partido que está no poder, difundindo o que lhe interessa e escondendo tudo o que afronta seus interesses. Enfim, há uma forte censura na grande mídia brasileira, e esta é feita pela via financeira.

Quando estoura um escândalo de corrupção como o Petrolão ou ocorre uma tragédia como a do Rio Doce, MG, os funcionários do governo ligam para as emissoras e jornais e falam: não publiquem nada contra os nossos interesses, senão cortamos a sua verba publicitária. No período militar, a censura ocorria por meio da força de lei, hoje ocorre pelo poder econômico do Estado.

Faz quinze anos que decidi não assistir mais TV e foi excelente para meu desenvolvimento pessoal. Troquei programas baratos como Faustão e Gugu, os quais nada acrescentam na vida dos brasileiros, por livros de engenharia, economia e administração. Pude fazer duas pós-graduações e estudar para ser aprovado em três concursos públicos. Conheço centenas de pessoas que optaram por fazer o mesmo e colhem os frutos. Acredito firmemente que o povo brasileiro teria grande melhoria na educação se abandonasse o hábito de ver TV, o qual consome mais de três horas diárias, em média.

Me informo por meio da internet em dezenas de portais de notícias, inclusive os da grande mídia. Para um mesmo evento, é possível ter diversas posições distintas, favorecendo o correto entendimento do fato, libertando o cidadão da manipulação da grande mídia bancada pelos interesses estatais. Jornalistas tendenciosos distorcem informações em todo lugar, mas apenas nos meios digitais pode-se obter a posição de outros pontos de vista, e formar opinião crítica individual. O acesso à mídia internacional se mostra um grande trunfo da internet, nos libertando da ditadura de conteúdo impostas pelos governos.

Para quem busca entretenimento de qualidade, a internet se mostra infinitamente superior às novelas que propagam maus valores, filmes que não acrescentam nada e artistas de baixa qualidade musical, todos pagos pelas grandes redes de televisão e estúdios de cinema. Teatro, palestras, documentários, shows, pregações religiosas, enfim, a mídia digital se mostra o paraíso do conteúdo livre de interesses comerciais e de qualidade. Melhor ainda, mesmo o pequeno produtor independente pode divulgar seu material, ampliando a oferta de conteúdo e liberdade de escolha.

A arte transmitida pelas grandes redes de TV fazem apologia ao vício, ao orgulho e  vaidade dos famosos que lá trabalham, incentivam o consumismo desenfreado, o culto ao materialismo, à promiscuidade sexual e ao atendimento aos interesses escusos do governo e demais patrocinadores são sinais de que a grande mídia deve ser abandonada, trocada por conteúdo de qualidade selecionado nos meios digitais. Hoje temos liberdade de escolha e poder de forçar as grandes redes de comunicação a melhorar o conteúdo, para algo que seja edificante para o cidadão brasileiro. Por isso digo:

DESLIGUE A TV! CANCELE A ASSINATURA DE GRANDES JORNAIS E REVISTAS! VOCÊ NÃO PRECISA MAIS DA GRANDE MÍDIA, QUE SÓ ATENDE O INTERESSE DOS PODEROSOS! LIBERTE-SE! ASSUMA O CONTROLE DO SEU FUTURO!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s